VÍDEOS

Nesta série de vídeos, pessoas refugiadas de diversas nacionalidades se aprofundam nos significados de suas raízes culturais. 

Sem título-1-31.png
Sem título-1-17.png

Educação #ComOsRefugiados | Ep 01: Acesso a direitos

No Brasil, o direito à educação está assegurado pela Constituição Federal. No caso de crianças e adolescentes refugiados, apátridas, solicitantes de reconhecimento da condição de refugiado e migrantes, este acesso está assegurado pela Lei de Migração (Lei nº 13.445, de 24 de maio de 2017) e foi disciplinado pela Resolução CNE nº 1, de 13 de novembro de 2020, a qual assegura que estas pessoas possam se matricular nas escolas ainda que não possuam todos os documentos requeridos, dada a situação de vulnerabilidade em que se encontram.

Educação #ComOsRefugiados | Ep 02: Interculturalidade

 A interculturalidade na educação aparece como uma proposta pedagógica que busca desenvolver relações de cooperação, respeito e aceitação, entre diferentes culturas e sujeitos, visando dessa forma, preservar as identidades culturais, com o objetivo de propiciar a troca de experiências, e o enriquecimento mútuo. 

Mariana Barros e Sylvia Beatrix, especialistas interculturais, falam sobre este universo e dão dicas de como trazer este olhar para o ambiente escolar.

Educação #ComOsRefugiados | Ep 03: Acolher para integrar

Ibrahim Abou Nimri é o diretor do Colégio 24 de Março em São Paulo, que tradicionalmente acolhe crianças e jovens refugiados e migrantes de forma inspiradora. O próprio Ibrahim, na década de 1980, foi fruto desta acolhida e hoje ajuda a transformar a vida destes jovens. Sua história é a prova viva de que a integração efetiva no ambiente escolar é a base não só para a vida destes jovens mas também de todos os que vião depois.

Educação #ComOsRefugiados | Ep 04: Cultura venezuelana

A pedagoga Marifer Vargas compartilha sobre o universo cultural de seus país de origem, a Venezuela, que atualmente enfrenta uma situação de grave e generalizada violação dos direitos humanos. Já são mais de 5,6 milhões de pessoas fora do país em busca de proteção e direitos.

Educação #ComOsRefugiados | Ep 05: Cultura Warao

Plácido Benítez, indígena venezuelano da etnia Warao, compartilha sobre o universo cultural de sua ancestralidade milenar. Onde viviam, a Venezuela, atualmente enfrenta uma situação de grave e generalizada violação dos direitos humanos. Já são mais de 5,6 milhões de pessoas fora do país em busca de proteção e direitos.

Educação #ComOsRefugiados | Ep 06: Cultura árabe

Mohamad Alsaheb compartilha sobre o universo cultural árabe de seus país de origem, a Síria, que há 10 anos enfrenta guerra e conflitos. De acordo com as estimativas do ACNUR, 13,4 milhões pessoas sírias precisam de assistência humanitária, das quais 6,7 milhões estão deslocadas dentro do país e 6,6 milhões foram forçados a sair da Síria em busca de proteção e direitos.

Educação #ComOsRefugiados | Ep 07: Cultura congolesa

Sylvie Mutiene compartilha sobre o universo cultural congolês de seus país de origem, a República Democrática do Congo (RDC) que é uma das situações humanitárias mais complexas e desafiadoras em todo o mundo. Múltiplos conflitos afetam várias partes do vasto território do país. Atualmente, mais de 918.000 refugiados e solicitantes da condição de refugiado da RDC estão abrigados em países africanos, e outros 5,01 milhões estão em deslocados dentro do próprio país.

Educação #ComOsRefugiados | Ep 08: Cultura cubana

A professora Maria Helena compartilha sobre o universo cultural de seu país de origem, Cuba, e tudo o que ele tem de melhor que ela carrega consigo: gastronomia, música, expressão e arte.

Sem título-1-18.png
Sem título-1-16.png
Sem título-1-16.png
Sem título-1-16.png